Médicos indicam alimentação ideal para diabéticos

Não é novidade nenhuma que o portador do diabetes vive muito bem se mantiver uma alimentação regrada e o índice de glicemia nos patamares ideais. Mas o que pouca gente sabe é que para fazer isso não é necessário um sacrifico absurdo, desde que o paciente mantenha uma dieta saudável muito semelhante às que são indicadas para quem quer se alimentar bem e ter qualidade de vida.

Para destacar que os alimentos fazem bem ao diabético e quais devem ser banidos de sua dieta, o R7 consultou a gastroenterologista e uma nutricionista, que sugeriram um cardápio que vai do café da manhã à ceia noturna, e ainda dá deliciosas dicas de alimentos para comer sem culpa.

O diabetes é uma doença que se caracteriza pela deficiência na produção ou ação da insulina, e isso provoca o aumento do nível de açúcar no sangue (glicemia). Seus principais sintomas são a sede, fome e urina em excesso, emagrecimento, visão embaçada, infecções repetidas na pele ou nas mucosas, machucados que demoram a cicatrizar, cansaço inexplicável e dores nas pernas.

Se você sente mais de um desses sintomas mas não tem certeza se é diabético, consulte um médico. Ele vai lhe pedir os exames necessários para fazer o diagnóstico.

Confira abaixo os alimentos proibidos e os que são liberados na dieta do diabético. Eles foram listados pela gastroenterologista Marilia Gaboardi, responsável pela Área Comunidade da Sociedade de Gastroenterologia de São Paulo, e pela nutricionista Fernanda Scheer, especialista em Nutrição Funcional e Desintoxicação.

Fuja destes alimentos:
Açúcar, frituras, bebidas alcoólicas, chocolate, doces, mel, melado, rapadura, tortas, massas, refrigerantes, sorvetes cremosos, carnes gordurosas, pele de aves, embutidos (salsicha, linguiça, salame, mortadela), industrializados (sopas em pacote, atum e sardinha enlatados, caldo de carne concentrado), condimentos (molho inglês, shoyu, catchup).

Evite algumas frutas e certas combinações:
Frutas: abacate, caqui, uva, figo, manga e jaca.
Legumes com arroz (a não ser que você substitua a porção de arroz): beterraba, mandioca, mandioquinha, cará, abóbora. É fundamental evitar o arroz nesses casos, pois os dois alimentos têm carboidratos e, se ingeridos juntos, a glicemia aumenta.

O que priorizar? Uma alimentação rica e variada, com carboidratos integrais (pão, macarrão, arroz); e coma a cada três horas.

Coma sem culpa:
Frutas: maçã, pêra, laranja, mamão, melão, banana, etc.
Verduras: acelga, escarola, almeirão, brócolis, etc.
Legumes: abobrinha, vagem, chuchu, cenoura, etc.
Óleo vegetal: algodão, girassol, milho, soja.
Carnes: bovina magra, peixe, frango (assados, grelhados ou cozidos).
Bebidas: leite, café, chá, suco de limão, refrigerantes dietéticos.
Produtos industrializados: queijo fresco (tipo minas), margarina, torrada não doce, gelatina dietética, geléia dietética, bolacha de água, torrada não doce, iogurte, pudins com adoçante.

Se você tem diabetes e é fumante:
A gastroenterologista ressalta quanto o fumo pode ser prejudicial ao diabético:
“O fumo tem fator de risco maior entre pessoas com diabetes, pois afeta principalmente os vasos sanguíneos que ficam reduzidos, podendo aumentar a pressão arterial. A pressão alta pode ainda sobrecarregar a função do coração e agravar a resistência à insulina”.

Fonte: R7 Notícias – Saúde – Camila Neumam – http://noticias.r7.com/saude/noticias/medicos-indicam-alimentacao-ideal-para-diabeticos-20091013.html

Deixe um comentário