CUIDADOS NA ADMINISTRAÇÃO DA DIETA ENTERAL

Sabemos que a higiene é uma necessidade básica de todo ser humano. Para uma pessoa debilitada, em uso de sonda para alimentação, os cuidados com a higiene são essenciais. Mas muitas pessoas ainda não sabem como manipular a dieta enteral de forma segura. Por isso, elaboramos um guia rápido sobre os cuidados que se deve ter ao administrar a alimentação enteral.

Primeiro, é importante saber que a dieta enteral pode ser contaminada por microorganismos que causam doenças. Essa contaminação pode ocorrer por meio de contato do alimento com a pia, mesa, talheres ou liquidificador com restos de alimentos ou fezes e urina de animais; por meio da higienização incorreta das mãos de quem manipula a dieta ou por meio de contaminação de alimentos crus com alimentos cozidos. A dieta enteral contaminada pode causar desconfortos abdominais, diarreia, vômito e até infecções intestinais.

Então, quais os cuidados o manipulador deve ter?

– Proteger o alimento de animais

– Lavar muito bem as mãos antes e durante a manipulação da dieta

– Usar touca para cobrir os cabelos

– As unhas devem ser curtas, limpas e sem esmalte

– Retirar anéis, relógios, pulseiras ou qualquer outro acessório nas mãos ou pulsos

– Utilizar água fervida e em temperatura ambiente

– Higienizar corretamente a cozinha, os utensílios e equipamentos

Passo a passo para uma administração correta de dieta enteral:

1 – Higienizar a pia onde a dieta será preparada;

2 – Lavar e desinfetar as mãos;

3 – Separar os utensílios que serão usados no preparo da dieta, e higienizá-los;

4 – Verificar o prazo de validade da dieta;

4 – Higienizar a embalagem da dieta com álcool 70%;

5 – Lavar e desinfetar as mãos;

6 – Porcionar a quantidade de água e pó, ou da dieta líquida, conforme a prescrição do nutricionista, em copo especialmente destinado a isso;

7 – Observar se a sonda está bem fixada no nariz do paciente;

8 – Colocar a dieta em temperatura ambiente no frasco e conectar no equipo para administrar.

Outras observações:

– A sonda deve ser limpa por dentro com uma seringa contendo 50 ml de água filtrada e/ou fervida e em temperatura ambiente, antes e depois da infusão da dieta.

– Limpe diariamente a parte externa da sonda com gaze, água e álcool a 70% ou sabonete suave. Seque bem.

– Cuidado para não puxar a sonda acidentalmente. Caso haja saída ou entupimento, ela deverá ser trocada pelo médico.

IMPORTANTE:
No caso de entupimento da sonda ou saída acidental, procure ajuda médica. Nunca tente reintroduzir a sonda sozinho.

Aline Marchezini – CRN 8596

Deixe um comentário